top of page
  • Luiz Hidalgo

Natura: a marca mais sustentável do mundo

Você já se perguntou como a Natura se tornou a marca de cosméticos mais sustentável do mundo e o que isso significa para o mercado brasileiro? Neste post, vamos explicar como essa empresa brasileira conseguiu aliar beleza, natureza e responsabilidade social em seus produtos e em sua estratégia de marketing.


A Natura é uma empresa fundada em 1969 por Antônio Luiz Seabra, que começou vendendo produtos de beleza porta a porta. Hoje, ela é a maior empresa de cosméticos do Brasil e uma das líderes mundiais no segmento. Mas o que faz da Natura uma marca tão especial?


Um dos diferenciais da Natura é o seu compromisso com a sustentabilidade em todas as etapas da cadeia produtiva. Desde 2007, a Natura é 100% carbono neutro, ou seja, ela compensa todas as emissões de gases de efeito estufa geradas pela fabricação, transporte e armazenamento dos seus produtos. Ela faz isso por meio de projetos socioambientais que contribuem para a conservação da biodiversidade e para o desenvolvimento das comunidades locais.


Além disso, a Natura investe em embalagens ecologicamente corretas, feitas com materiais reciclados ou biodegradáveis. Por exemplo, as embalagens e frascos da linha Natura Ekos são feitos de PET 100% reciclado e as recargas são feitas de plástico verde, derivado da cana-de-açúcar. Essas iniciativas evitaram a emissão de 17,4 mil toneladas de carbono em 2019 e reduziram o consumo de água e energia.



Outro aspecto importante da sustentabilidade da Natura é o respeito à diversidade cultural e biológica do Brasil. A marca valoriza os ingredientes naturais da Amazônia, como o óleo de castanha, o murumuru e a andiroba. Esses ingredientes são obtidos por meio de parcerias com comunidades tradicionais que vivem na floresta e que recebem um preço justo pelo seu trabalho. Ao comprar os produtos da Natura Ekos, você ajuda a sustentar 2000 famílias dentro dessas comunidades e a preservar 1,8 milhões de hectares da Floresta Amazônica.


Mas qual é o impacto dessa postura sustentável no mercado brasileiro? A resposta é simples: os consumidores estão cada vez mais conscientes e exigentes em relação aos produtos que compram. Eles querem saber não só se os produtos são bons para eles mesmos, mas também se são bons para o planeta e para as pessoas envolvidas na sua produção.


Por isso, a Natura se destaca como uma marca que oferece não só qualidade e inovação nos seus cosméticos, mas também transparência e ética nos seus negócios. Ela se comunica com os seus clientes por meio de consultoras independentes que levam os valores da empresa até as casas dos consumidores. Ela também usa as redes sociais para divulgar suas causas sociais e ambientais e para engajar os seus seguidores.


A Natura é um exemplo de como uma empresa pode ser lucrativa sem deixar de lado o seu propósito maior: promover o bem-estar-bem das pessoas e do planeta. Ela mostra que é possível fazer marketing com consciência e responsabilidade social. E você? O que você pensa sobre isso? Deixe seu comentário abaixo!

108 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page